Web-based language class activities

Abstract

Over the past two decades, a growing number of educational researchers have studied the benefits of using information and communication technologies (ICT). Research on Computer-Assisted Language Learning, mostly foreign language learning, shows that the use of ICT is beneficial to the development of learners’ competences. This paper presents the preliminary results of an ongoing research on this topic. Building on a brief review of the literature and the analysis of lesson plans of Portuguese language teachers, this study argues that ICT are mainly used to support traditional methodological approaches, contrasting with the learner-centred ones encouraged by recent research on the topic.

Full paper at: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877042813010537#

Publicités

Desenvolver Literacia nas Crianças: conselhos para pais

literacia_digital

Há já algum tempo que a Internation Reading Association procura desenvolver ações de sensibilização junto de pais e educadores para a promoção da literacia nas crianças e jovens. Uma delas é um conjunto de folhetos que se pode consultar no site da mesma (www.reading.org).

Este e os próximos posts procurarão traduzir aquele que designam por « Supporting children’s literacy growh: Tips for parents« , começando pelos materiais:

  • tenha um espaço em casa para livros e revistas para o seu filho;
  • se puder, subscreva uma revista para o seu filho;
  • coloque livros e revistas suas e do seu filho em várias partes da casa;
  • espalhe materiais de escrita, desenho ou de construção de modo a que o seu filho crie ou recrie histórias;

Gave: relatório 2010

Mais uma vez o GAVE divulga um relatório avassalador sobre a capacidade de raciocínio dos estudantes portugueses. Problema transversal aos diversos níveis de ensino analisados. As principais dificuldades dizem respeito a operações complexas de leitura, escrita e até de análise gramatical.

 

Contrariamente ao 9º ano, a leitura e escrita de textos informativos revela-se ser uma das principais dificuldades dos alunos do Ensino Secundário. Resultado que não me surpreende de todo, tendo em conta os dados obtidos e analisados pelos sucessivos relatórios PISA dos anos anteriores e uma investigação por mim desenvolvida (2002/2003), na qual se chegou à conclusão que as actividades de leitura compreendidas nos manuais e as práticas desenvolvidas quer em sala de aula, quer fora dela, não incluíam estratégias de leitura e escrita adequadas para desenvolver competências nos estudantes do Ensino Básico (na altura no 7º ano) relativas aos textos explicativos.

Levanta-se portanto uma questão deveras pertinente. De que servem os vários relatórios já produzidos? Foram divulgados junto dos docentes? Foram organizadas pelo Ministério acções de formação que promovessem práticas diferentes? A meu ver parece-me que ficámos aquém e que continuaremos a produzir relatórios semelhantes.

O relatório completo pode ser consultado na seguinte página Testes Intermédios: Relatório 2010.

Reading literacy

According to PISA, reading is « […] the capacity to identify and understand the role that reading plays in the world, to make well-founded judgments, and to use and engage with reading in ways that meet the needs of that individuals life as a constructive, concerned and reflective citizen. » (OCDE, 2003: 108).

Let’s think about our practices  to see if they  match with this definition.

That’s the contest of the week. Let us know, share your practices.

%d blogueurs aiment cette page :